3 melhores processadores da AMD para jogos


Escolher um processador para jogar não é tão simples quanto parece, afinal de contas é necessário prestar atenção ao número de núcleos, threads, as velocidades, cache e o quão recente é a arquitetura daquele modelo. Modelos da AMD, em especial, são vendidos abundantemente no mercado brasileiro, com várias boas opções para todos os públicos.

O Canaltech listou 3 dos melhores processadores da AMD para jogar em 2024, partindo do nível custo-benefício até chegar no componente mais parrudo que o dinheiro pode comprar.

1. Custo-Benefício

Continua após a publicidade

Não há como começar uma lista de melhores processadores da AMD para 2024 sem citar o Ryzen 5 5600. Lançado em abril de 2022, esse processador ganhou o Prêmio Canaltech de melhor CPU Custo-Benefício nas duas últimas edições, confirmando que ele é uma opção potente e agradável aos bolsos.

Esse modelo trabalha com seis núcleos e 12 threads a 4,4 GHz de frequência máxima por meio da microarquitetura Zen 3. Seu desempenho é ideal para máquinas de entrada, combinando com GPUs como as RTX e Radeon com final 60/600. Vale lembrar que o foco desse processador é aguentar jogatinas em Full HD com uma boa taxa de quadros.

Outro ponto importante é a respeito das suas variantes. A família 5600 ainda conta com o Ryzen 5 5600X, com mais velocidade; e o Ryzen 5 5600G, que acompanha uma boa placa de vídeo integrada. Apesar da indicação principal ser o Ryzen 5 5600 padrão, todos esses modelos possuem uma boa relação custo-benefício.

Continua após a publicidade

2. Intermediário 

Juntando as gerações Ryzen 5000 e Ryzen 7000, a AMD é a empresa que mais tem opções interessantes no segmento intermediário e fica realmente difícil recomendar apenas um processador. No entanto, a escolha para esta lista fica com o Ryzen 5 7600X, mais um modelo da excelente família com terminação 600 do time vermelho.

O Ryzen 5 7600X herda muitas características do processador anterior, mas traz arquitetura Zen 4, mais avançada, mantendo a quantidade de núcleos e subindo a frequência para até 5,3 GHz. Em outras palavras, esse é um processador parrudo e muito elogiado na análise do Canaltech.

Continua após a publicidade

Suas características técnicas fazem com que o componente seja uma opção muito forte para o segmento intermediário por alguns bons anos sem precisar realizar atualizações. O mesmo vale para o Ryzen 5 7600, sem o sufixo X, mais barato e levemente inferior. O único problema ainda é a questão da memória RAM DDR5, mais cara, e uma ligeira escassez de placas-mãe AM5 no Brasil. 

3. Topo de linha

Continua após a publicidade

Quando o assunto é processador topo de linha para jogar, é complicado não recomendar o Ryzen 7 7800X3D. Essa é aquela CPU para comprar e passar muito tempo sem se preocupar com travamentos ou performance baixa, já que é a melhor implementação da geração Ryzen 7000 nos games.

O 7800X3D acompanha oito núcleos, 16 threads e frequência de 5,0 GHz. Todavia, o que torna ele tão potente é o cache total de 96 MB, graças à tecnologia de empilhamento vertical 3D V-Cache. Em jogos, essa tecnologia ajuda muito o processador a aguentar taxas de quadros mais altas e são poucos os modelos que batem de frente com essa CPU da AMD.

Parrudo, mas bem esquentadinho, o Ryzen 7 7800X3D é uma das melhores opções de processadores para games e deve continuar sendo por um longo período. 

Continua após a publicidade

Menção especial

Antes de terminar, vale a pena citar uma menção honrosa neste texto. Lançado há poucos meses, o Ryzen 5 8600G surge como um candidato robusto para a vaga de melhor CPU custo-benefício, já que possui uma excelente placa gráfica integrada. O processador foi motivo de elogios em nossa análise no Canaltech e vale a pena ficar de olho.

Continua após a publicidade



Source link

Leave a Comment