Brasil registra mais de 4.000 violações de direitos humanos contra trans em 2023


Dados são do Disque 100, canal de denúncias do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania

VICTORIA AZEVEDO
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS)

O Brasil registrou 4.482 violações de direitos humanos contra pessoas trans ao longo do ano passado, segundo dados do Disque 100, canal de denúncias do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania.

Os estados que tiveram maior recorrência de casos denunciados foram São Paulo (25%), Bahia (16%) e Rio de Janeiro (14%).

Segundo dados do ministério, foram 784 ocorrências ligadas à tortura psíquica, 762 alertando que a vítima sofreu algum tipo de constrangimento e 564 registros indicando discriminação. Também foram registradas ameaças, injúrias, exposição de risco à saúde e agressão física.

O ministério avalia que esses números podem indicar subnotificação, e alerta para que as pessoas recorram ao Disque 100.”É por meio desse serviço que podemos ter a dimensão, em nível federal, de quais são os melhores passos a serem dados a fim de que tenhamos, cada vez mais, políticas mais eficientes e plurais”, diz Symmy Larrat, secretária nacional dos Direitos das Pessoas LGBTQIA+.

Por ocasião do mês da visibilidade trans, o ministério organiza uma série de ações a partir de segunda-feira (29), entre elas a realização de seminários, lançamento de dossiê com dados sobre violência contra travestis e transexuais e a entrega do troféu Fernanda Benvenutty.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Source link

Leave a Comment