CES 2024 | NVIDIA anuncia novas GPUs GeForce RTX 40 SUPER; conheça


Após alguns meses de muitos rumores e vazamentos, a NVIDIA anunciou nesta segunda-feira (8) a nova linha de produtos para as GeForce RTX 4000. Ao todo, três novas placas chegam ao mercado neste início de ano, com destaque para as RTX 4070 Ti SUPER, RTX 4080 SUPER e a RTX 4070 SUPER. Os modelos oferecem contagem de núcleos adicional quando comparadas às antecessoras e foram projetadas especialmente para rodar games nas resoluções 1440p e 4K com bastante margem de performance.

As novas GPUs chegam com preços mais competitivos e ganham bastante foco no que diz respeito à inteligência artificial generativa. Inclusive, o tópico é destaque absoluto na NVIDIA, que já revelou em entrevista exclusiva ao Canaltech que a “IA será o próximo ponto de inflexão na indústria de games”.

RTX 4080 SUPER: para jogar em 4K

Continua após a publicidade

Começando pela placa gráfica topo de linha do lineup, a GeForce RTX 4080 SUPER chega para encostar na sua irmã maior, a GeForce RTX 4090, ao passo que “mata” a RTX 4080 original. A GPU mantém a mesma arquitetura Ada Lovelace, mas aumenta de 40% a 50% a contagem de Shader e RT Cores, enquanto eleva o número de AI TOPS (Trilhões de Operações por Segundo) em pouco mais de 200% quando comparada com a RTX 3080 Ti.

A nova placa de vídeo ganhou incrementos na memória, mas estes foram mais discretos. Enquanto o barramento se manteve em 256-bit, a largura de banda foi para 736 Gb/s, um leve aumento contra os 716 GB/s da RTX 4080 padrão. O que não mudou foi a VRAM, que continua com os mesmos 16 GB GDDR6X, mais do que suficientes para aguentar a jogatina em resoluções altas. 

Em termos de consumo de energia, a placa é bem parecida com a 4080. O consumo total (TGP) é idêntico, de 320W, mas o consumo médio em games cai para 246W. No entanto, a diferença em relação à RTX 3080 Ti é mais gritante, uma vez que o TGP do modelo antigo é de 350W, enquanto o consumo em games é 44% mais alto.

Continua após a publicidade

GeForce RTX 4080 SUPER
RTX 4080 SUPER RTX 4080 RTX 3080 Ti
Arquitetura 

Ada Lovelace

Ada Lovelace

Ampere

RT Cores 3ª geração 3ª geração 2ª geração
Tensor Cores 4ª geração 4ª geração 3ª geração
DLSS DLSS 3 DLSS 3 DLSS 2
Encoders AV1/H.264 AV1/H.264 H.264
Memória 16 GB GDDR6X 16 GB GDDR6X 12 GB GDDR6X
Barramento da memória 256-bit 256-bit 384-bit
Largura de banda 736 GB/s 716,8 GB/s 912,4 GB/s
Average Gaming Power 246W 251W 352W
TGP 320W 320W 350W

Desempenho da RTX 4080 SUPER

A NVIDIA apresentou alguns gráficos de performance para a nova GeForce RTX 4080 SUPER. A placa aparece bem a frente das suas irmãs menores das gerações passadas, mas a companhia não incluiu a atual RTX 4080 no comparativo. Isso dificulta o comparativo direto e geracional entre ambas, indicando que ou teremos um ganho de performance sutil, ou a RTX 4080 padrão realmente saiu dos planos do time verde. 

Passando para o que importa, a companhia menciona que a placa chega a ser duas vezes mais potente que a RTX 3080 Ti, principalmente ao ativar o DLSS 3 com o recurso do Frame Generation. Isso é bem evidenciado ao olhar para Alan Wake 2, com cerca de 30 FPS na geração passada e que chega a flertar com os 100 FPS ao usar o gerador de frames da NVIDIA. Já para os títulos que não são compatíveis com essa tecnologia, o salto geracional é menor para a RTX 4080 SUPER. 

Continua após a publicidade

A placa também traz melhorias no quesito de IA Generativa, abrindo uma vantagem de 1,7x na geração de imagens e 1,5x para vídeos através de software com StableDiffusion. Pelo fato de estar embarcada com o codec AV1, isso também deve significar melhorias consideráveis para profissionais que necessitam de uma placa para trabalhos intensos, como a área de modelagem e o ramo audiovisual.

RTX 4070 Ti SUPER: gameplay em 1440p

Pela primeira vez a NVIDIA resolveu juntar os seus dois sufixos recentes mais populares para designar a placa de vídeo premium de uma família. A GeForce RTX 4070 Ti SUPER chega com a missão de ser a GPU definitiva no lineup das RTX 4070, que, além do modelo original, ainda contempla a RTX 4070 SUPER, a RTX 4070 Ti e a mais nova RTX 4070 Ti Super — uma salada de frutas por parte da companhia.

Continua após a publicidade

Essa GPU traz mais Shader e RT Cores, com ganho de desempenho aproximado de 50% em relação à RTX 3070 Ti. O destaque aqui, no entanto, fica para a memória. Além de sair dos 12 GB GDDR6X da RTX 4070 Ti e ir para 16 GB GDDR6X, o novo modelo aumenta o barramento de 192-bit para 256-bit. Isso se traduz em uma largura de banda maior, de 672 GB/s, proporcionando uma comunicação muita mais rápida com a VRAM. A consequência disso é que o desempenho geral da placa tende a ser mais alto por conta dessa velocidade extra. 

O consumo energético, todavia, não é tanto o foco. Contra a RTX 4070 Ti, a nova 4070 Ti SUPER possui o mesmo TGP de 285W, que é levemente inferior aos 290W consumidos pela RTX 3070 Ti. Embora o desempenho da placa pareça ser realmente maior do que os dois modelos, o quesito de energia basicamente não muda muito.

GeForce RTX 4070 Ti SUPER
Placa RTX 4070 Ti SUPER RTX 4070 Ti RTX 3070 Ti
Arquitetura Ada Lovelace Ada Lovelace Ampere
RT Cores 3ª geração 3ª geração  2ª geração
Tensor Cores 4ª geração 4ª geração 3ª geração
DLSS DLSS 3 DLSS 3  DLSS 2
Encoders AV1/H.264 AV1/H.264 H.264
Memória 16 GB GDDR6X 12 GB GDDR6X 8 GB GDDR6X
Barramento de memória 256-bit 192-bit 256-bit
Largura de banda 672 GB/s 504 GB/s 608 GB/s
Average Gaming Power 226W 226W 240W
TGP 285W 285W 290W

Continua após a publicidade

Desempenho da GeForce RTX 4070 Ti SUPER

No que diz respeito ao desempenho, a NVIDIA mais uma vez deixou a concorrente da geração atual de fora, comparando apenas os modelos anteriores das séries RTX 3000 e RTX 2000. O gráfico expressa uma diferença geracional bem competente para a RTX 4070 Ti SUPER, revelando uma performance média 2,5 vezes maior do que o visto na RTX 3070 Ti. Esse número leva em conta a ativação de tecnologias como o DLSS 3, mas mesmo os games sem o recurso parecem ter obtido margens bem animadoras.

Cyberpunk 2077 mais do que dobra a performance na nova placa, enquanto Resident Evil 4 Remake desempenha cerca de 70% melhor em relação à geração passada, mesmo sem o Frame Generation. A NVIDIA informa que a GeForce RTX 4070 Ti SUPER foi desenvolvida para encarar games em qualidade máxima e resolução 1440p a mais de 144 FPS. Isso também deve significar que a GPU tem potência de sobra para aguentar o 4K a, pelo menos, 60 FPS.

Continua após a publicidade

RTX 4070 SUPER: evolução discreta

Por fim, a GeForce RTX 4070 SUPER foi a última placa anunciada pela NVIDIA durante a CES 2024. Esse modelo traz contagem de núcleos 20% superior em relação à RTX 4070 original e possui um desempenho teórico superior ao da RTX 3090, o modelo topo de linha da geração passada. Essa é a placa com menos mudanças gerais, uma vez que não teve alterações de barramento nem de memória.

Algo interessante sobre esta placa é o seu consumo de energia. Indo contra a maré de oferecer mais performance com menos gasto de energia, a RTX 4070 SUPER puxa 20W a mais que a RTX 4070 padrão, que tem consumo máximo de 200W. Até mesmo a diferença contra a RTX 3070 Ti não é gritante, uma vez que apenas o consumo em games muda.

Continua após a publicidade

GeForce RTX 4070 SUPER
Placa RTX 4070 SUPER RTX 4070 RTX 3070
Arquitetura Ada Lovelace Ada Lovelace Ampere
RT Cores 3ª geração 3ª geração 2ª geração
Tensor Cores 4ª geração 4ª geração 3ª geração
DLSS DLSS 3 DLSS 3 DLSS 2
Encoders AV1/H.264 AV1/H.264 H.264
Memória 12 GB GDDR6X 12 GB GDDR6X 8 GB GDDR6
Barramento da memória 192-bit 192-bit 256-bit
Largura de banda 504 GB/s 504 GB/s 448 GB/s
Average Gaming Power 200W 186W 215W
TGP 220W 200W 220W

Desempenho

Já no que tange o desempenho, a 4070 SUPER faz o mesmo movimento das duas outras GPUs, alavancando o dobro de performance em relação ao chip semelhante da geração passada, mas reduzindo essa distância em títulos que não contam com o DLSS 3 e o Frame Generation. 

Continua após a publicidade

Como fica o mercado?

Com a falta de comparativos da RTX 4080 SUPER contra o modelo padrão, inclusive sem nem mesmo a NVIDIA listar a placa na imagem do portfólio completo da linha RTX 4000, é quase certo afirmar a morte da RTX 4080. Esse é um movimento esperado há alguns meses, desde que os primeiros rumores sobre a linha SUPER começaram a surgir. Dessa forma, a tendência é que o preço da RTX 4080 padrão diminua ao passo que as varejistas tentam se livrar dos estoques e as fabricantes encerram a produção dessas placas. A RTX 4090 vai permanecer intocável.

Já no lado das RTX 4070, o cenário parece mais consolidado — e talvez um tanto quanto volátil. O lineup da companhia sugere a permanência da RTX 4070 padrão junta com a adição das novas RTX 4070 SUPER e a RTX 4070 Ti SUPER, deixando a RTX 4070 Ti de lado. Talvez isso aconteça até mesmo indiretamente, já que a 4070 Ti vira um sanduíche entre a 4070 SUPER e a Ti SUPER e pode acabar sem muita demanda.

Continua após a publicidade

Já o segmento de entrada com as RTX 4060 e RTX 4060 Ti também continua na mesma, sem alterações. A companhia afirmou que as versões de 8 e 16 GB da 4060 Ti continuam no mercado normalmente, sem mudanças de preço.

Preço e disponibilidade

  • RTX 4080 SUPER: Lançamento em 31 de janeiro por US$ 999 (Cerca de R$ 4.800 em conversão direta);
  • RTX 4070 Ti SUPER: Lançamento em 24 de janeiro por US$ 799 (Cerca de R$ 3.800);
  • RTX 4070 SUPER: Lançamento em 17 de janeiro por US$ 599 (Cerca de R$ 2.900).

Ainda não há informações sobre datas de lançamento ou valores para as placas RTX 4000 SUPER no Brasil.



Source link

Leave a Comment