Governo do Chile decreta toque de recolher para conter incêndios


País também anunciou isenções tributárias para os afetados pelos incêndios florestais; o Chile já confirmou 122 mortos desde 5ª feira (1.fev.2024)

Com 122 mortos por incêndios florestais desde a última 5ª feira, o governo do Chile decretou, nesta 2ª feira (5.fev.2024), toque de recolher nas províncias de Valparaíso –que reúne alguns dos principais destinos turísticos do país– e Marga Marga.

Os incêndios florestais afetam o Chile desde a 5ª feira (1.fev.2024). O presidente Gabriel Boric já havia declarado situação de emergência nas províncias.

O toque de recolher começa às 21h desta 2ª feira até às 5h de 3ª feira (6.fev).

Para contornar os problemas, o ministro das Finanças Mario Marcel também divulgou medidas tributárias direcionadas às comunidades atingidas pelos incêndios

O país comunicou a isenção de impostos as seguintes medidas: 

  • isenção de impostos as doações enviadas do exterior;
  • isenção de taxas alfandegárias para agilizar os processos de importação de produtos e materiais de apoio às famílias afetadas;
  • dispensa automática de todas as sobretaxas vinculadas ao atraso de pagamento de impostos;
  • criação de um mecanismo para reportar perdas de inventário e ajustar as avaliações das propriedades afetadas para o pagamento do imposto;
  • aumento do prazo para declaração do IVA, pagamento de contribuições para pensões e pagamento do imposto;
  • ativação imediata de seguros e mecanismos de apoio comercial através do banco estatal e adiamento de 6 prestações para quem tem crédito contratado junto da instituição;
  • habilitação do Bolso Familiar Eletrônico para recompra de pertences e reconstrução de residências.
  • disponibilização de sistema de consulta de seguros contratados no site do Estado chileno.





Source link

Leave a Comment