Lacryma Christi: o elo entre o divino e o terroir da Campania


Neste domingo de Páscoa, como todos já devem estar com seus vinhos escolhidos para acompanhar os pratos da ceia, então, em vez de trazer sugestões de rótulos e harmonizações para a data, compartilho uma curiosidade sobre uma Denominação de Origem Controlada (DOC) especial para a ocasião: o Vinho Lacryma Christi.

Na encantadora região da Campania, Itália, repousa um tesouro enológico envolto em lendas e história: o vinho Lacryma Christi. Conta-se que suas origens se entrelaçam com a mitologia, sugerindo que as lágrimas de Lúcifer, o anjo caído, expulso do paraíso, foram a gêdnesis dos vinhedos que hoje adornam as encostas do imponente Vesúvio. Este conto confere uma aura mística à denominação de origem, tornando cada gole em uma experiência quase divina.

Dentro da categoria do Lacryma Christi, encontramos três tipos distintos de vinhos: branco, rosé e tinto. Cada um possui características únicas, refletindo a diversidade de uvas cultivadas na região. O Lacryma Christi Bianco, por exemplo, elaborado principalmente com as castas Coda di Volpe e Greco, apresenta uma tonalidade dourada luminosa e uma profusão de aromas cítricos e florais.

O vinho rosé desta DOC é principalmente vinificado com a variedade Piedirosso, seduzindo com suas notas frescas de frutas vermelhas e uma coloração rosa pálida. Por fim, o Lacryma Christi Rosso, feito com uvas Piedirosso, Sciascinoso e Aglianico, exibe uma rica coloração rubi e uma complexidade que evoca a alma vulcânica da região.

A magia deste vinho também reside em sua conexão com a geografia única da região da Campania, especialmente com o solo fértil e vulcânico do Monte Vesúvio. As vinhas, cultivadas em encostas íngremes e banhadas pela luz do sol mediterrâneo, absorvem os minerais e nuances do terreno, conferindo ao vinho uma autenticidade incomparável. Cidades como Pompeia, Herculano e Sorrento são reconhecidas por produzirem vinhos com a prestigiada denominação de origem Lacryma Christi, realçando ainda mais a importância histórica e cultural da região na produção vitivinícola italiana.

Vinho Lacryma Christi. Crédito: Divulgação
Vinho Lacryma Christi. Crédito: Divulgação

Além de sua rica tradição e singularidade enológica, o Lacryma Christi estabelece um fascinante vínculo com a celebração da Páscoa. Para muitos, esta época sagrada evoca não apenas renovação espiritual, mas também a restauração da terra e da vida, simbolizadas pelo florescimento das vinhas e a colheita dos frutos.

O vinho Lacryma Christi, com sua narrativa mitológica e profundidade histórica, torna-se assim um elo entre o divino e o terreno, convidando os apreciadores a contemplar não apenas o sabor, mas também a essência da tradição e da fé que permeiam a Campania. Nesse sentido, cada taça deste vinho é mais do que uma simples bebida; é uma jornada sensorial e espiritual através das paisagens eternas da Itália.

O vinho Lacryma Christi, com sua narrativa mitológica e profundidade histórica, torna-se assim um elo entre o divino e o terreno, convidando os apreciadores a contemplar não apenas o sabor, mas também a essência da tradição e da fé que permeiam a Campania. Nesse sentido, cada taça desse vinho é mais que uma simples bebida; é uma jornada sensorial e espiritual por meio das paisagens eternas da Itália.



Source link

Leave a Comment