Trump ‘não dará nem um centavo’ à Ucrânia, afirma premier da Hungria


O bilionário tem “planos bastante precisos sobre a maneira” de se conseguir a paz, indicou Orban

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, afirmou que Donald Trump lhe garantiu em reunião nos Estados Unidos que “não dará nem um centavo” à Ucrânia, declaração que a equipe do ex-presidente americano não comentou nesta segunda-feira (11).

Único dirigente da União Europeia que manteve vínculos estreitos com o Kremlin apesar da invasão russa à Ucrânia, Orban reuniu-se na última sexta-feira com o candidato republicano na Flórida.

“Trump tem uma visão muito clara, da qual é difícil discordar. Ele diz: em primeiro lugar, não vai dar nem um centavo para a guerra entre Ucrânia e Rússia” se retornar à Casa Branca, afirmou o dirigente nacionalista no domingo à emissora pública M1.

“Se os americanos não entregarem dinheiro, os europeus não poderão financiar sozinhos essa guerra, então ela acabará. É evidente que a Ucrânia não pode consegui-lo com meios próprios”, acrescentou.

O bilionário tem “planos bastante precisos sobre a maneira” de se conseguir a paz, indicou Orban. Procurada pela AFP, a equipe de Trump não fez nenhum comentário.

Em entrevista ao canal CNBC, o político americano retribuiu hoje os elogios de Orban, a quem descreveu como “um homem duro”. Trump afirmou que o líder húngaro acredita que a Rússia nao teria invadido a Ucrânia se ele fosse o presidente.

Orban, que se reuniu com o presidente russo, Vladimir Putin, em setembro de 2023, rejeita enviar qualquer apoio militar à Ucrânia e faz chamados regulares para uma trégua, convencido de que Kiev não poderá ganhar a disputa.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Trump, por sua vez, pressiona para que seja bloqueada no Congresso uma ajuda de 60 bilhões de dólares a Kiev defendida pelo presidente Joe Biden, que reiterou hoje suas críticas ao republicano por ter se reunido com Orban. Na semana passada, Biden acusou Trump de “curvar-se” a Putin.

© Agence France-Presse



Source link

Leave a Comment