Veja quais são as missões espaciais mais importantes de 2024


Esse ano promete muitas missões empolgantes, incluindo aquelas comandadas por empresas privadas em direção à Lua, Marte e Vênus. Além disso, lançamentos há muito aguardados devem ocorrer em 2024, como os veículos Starliner, Vulcan Centaur e New Glenn. Por fim, claro, a missão Artemis II da NASA deve levar astronautas à órbita lunar pela primeira vez desde a década de 1970.

Confira abaixo a lista das missões mais legais para acompanhar em 2024. 

1. Foguete Vulcan Centaur 

Após cinco anos de adiamentos, o foguete Vulcan Centaur da United Launch Alliance (ULA) finalmente deve voar. O aguardado lançamento está programado para 8 de janeiro e deve levar ao espaço amostras das cinzas da atriz Nichelle Nichols e de outros membros falecidos do elenco original da franquia Star Trek, além do criador da série, Gene Roddenberry.

Continua após a publicidade

A missão também vai levar o lander Peregrine, da Astrobotic, que deve tentar realizar o primeiro pouso comercial na Lua.

2. Lander Peregrine

Planejado inicialmente para dezembro de 2023, o lançamento do lander lunar Peregrine, da empresa Astrobotic, voará no Vulcan Centaur para tentar um pouso a um local próximo do Mons de Gruithuisen (antigos vulcões lunares).

Continua após a publicidade

3. Pouso da missão SLIM na Lua

O lander SLIM, do Japão, deve descer à superfície lunar no dia 19 de janeiro, às 12h no horário de Brasília. Essa espaçonave foi projetada para pousar na Lua com margem de erro de apenas 100 metros, superando mais de dez vezes a precisão de pouso das sondas lunares bem-sucedidas até o momento.

A nave japonesa já está na órbita lunar, preparando-se para a manobra de alunissagem (nome que se dá à “aterrissagem” na Lua). Caso seja bem-sucedido, o Japão se tornará o quinto país a pousar na Lua, ao lado dos EUA, União Soviética, China e Índia.

Continua após a publicidade

4. Chang’e 6

Em algum momento de 2024, a China deve lançar a missão Chang’e 6 para levar diversas cargas úteis de parceiros à Lua. O local planejado para o pouso é a bacia do Polo Sul-Aitken, no lado afastado do nosso satélite natural, ou seja, a face lunar que nunca fica voltada para a Terra.

A missão contará com colaboração internacional, em especial uma parceria entre China e Rússia, que querem construir juntas uma estação de pesquisa lunar. 

5. Polaris Dawn

Continua após a publicidade

A primeira missão do programa privado Polaris deveria ser lançada em 2023, mas a Polaris Dawn acabou sendo adiada para algum momento depois de abril de 2024. Comandada pelo bilionário e empresário Jared Isaacman, a missão levará três tripulantes (além do próprio Isaacman) à baixa órbita da Terra. 

A Polaris Dawn é a primeira das três missões planejadas para este programa e será lançada em uma nave Crew Dragon, da SpaceX. 

6. Ariane 6

Continua após a publicidade

Após o último voo do foguete Ariane 5 em 2023, seu sucessor Ariane 6 está pronto para realizar sua primeira missão. O foguete da Agência Espacial Europeia (ESA) está em desenvolvimento há quase uma década e estava previsto para voar em dezembro último, mas os testes exigiram uma nova análise. Ainda não há uma data confirmada para o lançamento, mas espera-se que ocorra ainda no começo de 2024.

7. New Glenn

O foguete New Glenn da Blue Origin finalmente será inaugurado, após uma sucessão de adiamentos desde 2020. Sua primeira missão terá como objetivo levar o Escape and Plasma Acceleration and Dynamics Explorers (ESCAPADE) da NASA para estudar a magnetosfera de Marte.

Continua após a publicidade

8. Europa Clipper

A NASA estudará Europa, de Júpiter, por meio da missão Europa Clipper, que enviará um orbitador para circular o planeta gigante gasoso e explorar este satélite natural. Ainda não há uma data programada para o lançamento, mas a agência espacial já realizou testes com um protótipo da espaçonave.

Europa é a sexta maior lua do Sistema Solar e há muito interesse em pesquisas científicas por lá. O motivo é que o corpo celeste é coberto por uma camada de gelo de 25 km de espessura, flutuando sobre um oceano de até 150 km de profundidade. Os cientistas querem saber se há chances de existir alguma forma de vida nessa água.

Continua após a publicidade

9. Boeing Starliner

O primeiro voo de teste tripulado da espaçonave Starliner da Boeing deve ocorrer em meados de abril, após anos de atrasos. O objetivo é levar Butch Wilmore e Suni William em direção à Estação Espacial Internacional (ISS) para avaliar se o veículo cumpre todos os requisitos exigidos pela NASA.

Esse lançamento vai acontecer em um foguete Atlas V, da United Launch Alliance e, se tudo der certo, a dupla de astronautas terá uma estadia de aproximadamente oito dias na ISS. 

Continua após a publicidade

10. JAXA MMX

A agência espacial japonesa JAXA tem planos de enviar uma missão para estudar as luas marcianas Fobos e Deimos, e trazer amostras de sua superfície à Terra. O lançamento ainda não tem nada marcada, mas deve ser realizado em setembro, com um novo foguete chamado H-3, construído pela Mitsubishi Heavy Industries.

Se tudo correr bem, a sonda MMX entrará na órbita marciana em 2025 e retornará à Terra em 2029, com pouso na lua Fobos. Este é o maior dos dois satélites naturais marcianos, mas trata-se de uma rocha de 23 km de diâmetro.

Continua após a publicidade

11. Venus Life Finder

Essa será a primeira missão privada a Vênus, liderada pelo engenheiro Christophe Mandy, da Rocket Lab, com objetivo de procurar compostos orgânicos nas nuvens venusianas. A previsão é de lançamento em 30 de dezembro, em um foguete Electron, mas ainda não há muita certeza de que o cronograma será cumprido.

12. Artemis II

Apesar de muitos contratempos, a NASA está confiante de que a missão Artemis II estará pronta para levar astronautas à órbita da Lua em novembro de 2024. A agência espacial estima que o módulo de tripulação Orion e o módulo de serviço serão instalados no foguete SLS ainda no primeiro trimestre de 2024.

Continua após a publicidade

O cronograma apertado pode não corresponder à realidade, mas a NASA não está medindo esforços para que ele seja cumprido. Caso tudo ocorra conforme o planejado, a Artemis II será lançada após um ano.



Source link

Leave a Comment