Argentina tem reunião com o FMI para retomar negociação da dívida


Equipe econômica do novo governo argentino esteve com representante do Fundo para tentar adiantar repasse de empréstimo

O ministro da Economia da Argentina, Luís Caputo, e o ministro da Casa Civil, Nicolás Posse, se reuniram com emissários do FMI nesta 2ª feira (8.jan.2024) nos escritórios da Casa Rosada, sede do governo argentino.

O objetivo do encontro foi renegociar as condições de pagamento das dívidas do país pela 7ª vez. Os resultados das negociações serão informados em conjunto depois do fim da visita dos enviados do FMI à Argentina, na 4ª feira (10.jan). As informações do jornal Clarín.

Representando o Fundo Monetário Internacional nas negociações, esteve presente o vice-diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do Fundo, Luis Cubeddu, e o chefe de missão para a Argentina, Ashvin Ahuja. Os próximos dias serão de conversas para novos acordos para pagamento do empréstimo de US$ 44 bilhões feitos pela Argentina junto ao FMI em 2018.

O acordo fechado entre o FMI e o governo de Alberto Fernández permitiu a rolagem da dívida contraída pelo país em 2018, durante a gestão de Mauricio Macri. O compromisso de 2022 prevê o início do pagamento da dívida apenas em 2026.

Atualmente, as reservas do Banco Central da Argentina estão negativas ou seja, não possuem fundos necessários para pagamento das dívidas. A Argentina possui deficits fiscais e problemas monetários. Em caso de sucesso das renegociações, o governo espera o desbloqueio de cerca de US$ 3,3 bilhões que estão retidos pelo FMI desde novembro.





Source link

Leave a Comment