Atlético não toma conhecimento e goleia o Democrata na estreia de Scarpa no Mineiro


Não só o ataque do Atlético foi eficaz, como a defesa também, proporcionando muita dificuldade para os visitantes criarem

Se na rodada anterior o Atlético-MG tomou um susto ao perder para a Patrocinense fora de casa, desta vez a história foi diferente. O time de Felipão recebeu o Democrata na Arena MRV neste domingo e fez valer sua superioridade ao golear o rival por 4 a 0. A partida foi válida pela 2ª rodada do Campeonato Mineiro.

O Atlético não quis bobear em busca do seu 5º título estadual seguido. Desde que o juiz Murilo Francisco Misson Júnior apitou o início de partida, o clube mandante foi para cima mostrando imposição. Os primeiros lances mostraram bem como seria o duelo. Uma espécie de Davi contra Golias. O modesto Democrata pouco – ou nada – conseguiu fazer para travar o fulminante começo do Atlético.

Felipão uma vez disse que seu time iria entrar para vencer todos os torneios que disputar, e foi esse o espírito que entrou em campo neste domingo. Logo aos 8 minutos, Hulk teve sua primeira chance, obrigando o goleiro Luís Augusto a trabalhar cedo, com Igor Gomes dando um belo passe. Em jogada ensaiada após cobrança de escanteio, Maurício Lemos apareceu sozinho na pequena área para colocar a bola no fundo das redes para abrir o placar.

Aos 15, Hulk deu outra assistência. O camisa 7 invadiu a área, pedalou, encarou a defesa e cruzou rasteiro para Zaracho ampliar O Atlético-MG teve o domínio total da partida, com as bolas esticadas oferecendo maiores perigos ao Democrata. Nem os laterais, nem os zagueiros conseguiram acompanhar as descidas velozes do ataque atleticano. A troca de passes também foi ponto alto.

Se não foi pelos cantos, aos 41, Edenilson conseguiu pelo meio, depois de troca de passes, quando recebeu a bola no meio dos zagueiros e guardou. Ele comemorou o gol em alusão à sua filha, que tem previsão de nascimento para julho deste ano. Hulk quase ampliou aos 47, mas falhou ao tentar enfeitar demais.

Na volta dos vestiários, Felipão fez a torcida do Atlético ir à loucura. Promoveu Gustavo Scarpa, relacionado pela primeira vez desde que chegou a Minas, no lugar de Igor Gomes. O meia ex-Fluminense e Palmeiras foi ovacionado pela Arena MRV quando seu nome foi anunciado nas caixas de som. Embalado pela euforia das arquibancadas, Hulk carimbou a trave aos 11. Ele já tinha dado passes. Também queria guardar o seu.

Não só o ataque do Atlético foi eficaz, como a defesa também, proporcionando muita dificuldade para os visitantes criarem. O meio-campo montado por Felipão se recompôs rápido, impedindo a criação de jogadas do Democrata.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Contudo, nem tudo foi satisfatório para o Atlético. Rubens foi a campo no lugar de Guilherme Arana, que sentiu dores na lombar. O lateral chegou a ser atendido pelos médicos no gramado. Voltou, mas não conseguiu permanecer em campo. No banco, nem chegou a colocar gelo no local, o que pode ser um bom indicativo para o torcedor mineiro.

Mesmo com 3 a 0 no placar, o Atlético não diminuiu seu ritmo. Pouco menos de 10 minutos para o fim de jogo e o time de Felipão continuou pressionando. Aos 36, o grito finalmente saiu da garganta. Na entrada da área, Hulk dominou com categoria e encheu o pé para finalmente guardar o dele e decretar a goleada

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 4 x 0 DEMOCRATA


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

ATLÉTICO-MG – Everson; Mariano (Saravia), Mauricio Lemos, Jemerson (Igor Rabello) e Guilherme Arana (Rubens); Otávio, Edenílson, Zaracho (Pavón) e Igor Gomes (Gustavo Scarpa); Paulinho e Hulk. Técnico: Felipão.

DEMOCRATA – Luís Augusto; Weslen, Donato, Lula e Wender (Jair); Jorge Pedra, Alemão (Almer Salas), Bruninho, Pedro Oliveira (John Lennon) e Richard Cossoniche (Gabriel Pereira); Gutinho (João Sala). Técnico: Gian Rodrigues.

GOLS – Maurício Lemos, aos 8, Zaracho aos 15, e Edenílson, aos 41 minutos do primeiro tempo; Hulk aos 36 do segundo.

CARTÃO AMARELO – Wender (Democrata).


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

ÁRBITRO – Murilo Francisco Misson Júnior.

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Arena MRV, em Belo Horizonte.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estadão Conteúdo


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Source link

Leave a Comment