Galinho de Brasília retorna às ruas da Asa Sul


Após quatro anos, o Galinho de Brasília voltou às ruas do Setor de Autarquias Sul. O bloco atraiu pessoas de todas as idades e os tradicionais trenzinho da alegria e bonecos de Olinda do Galinho voltaram a desfilar na cidade.

Mabel Araújo, 59 anos, levou o namorado Elder Romão, 62, para o primeiro bloquinho de rua da vida dele. A experiência foi positiva, segundo o aposentado. “Tô achando muito legal. Eu fico mais quieto, mas estou gostando”, disse.

Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília

A servidora pública é pernambucana e conhece bem o Galinho da Madrugada da cidade natal, Recife. “Todos os anos a gente viajava e nesse ano coincidiu dos dois estarem aqui. Aí resolvi trazer ele”, comentou. “Estou amando hoje. O Carnaval de Brasília é muito bom. Aqui não tinha quase nada antigamente, e hoje não deixa a desejar em nada. Só perde para a minha terra”, brincou.

Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília

Seguindo a tradição pernambucana, Mabel e outros muitos foliões do bloco colocaram as roupas típicas do frevo, com as cores da bandeira do estado nordestino, e as sombrinhas da dança regional. O agito do trio elétrico levantou a animação do público para dançar e pular.

Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília

Os trajes são simbólicos também para a pernambucana Camila Alvarenga, 35, que estava com saudade da festa carnavalesca. Há quatro anos em Brasília, ela destaca que ama o período do Carnaval. “Achei o pessoal muito organizado, bastante animado. É a primeira vez que estou comemorando o feriado em Brasília”, afirmou.

“Eu sinto muito falta disso. Até quarta-feira estou em mais bloquinhos. Já preparei a fantasia de cada dia”, destacou, animada.

Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília

De acordo com a organização, são esperadas 60 mil pessoas ao longo de todo o dia. O bloco segue nas ruas até as 21h.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Source link

Leave a Comment