Jovem investe em acrílico para produzir acessórios diferenciados


Mam Desing é uma empresa brasiliense que vende brincos e colares de forma online e por consignação

A versatilidade do acrílico é a base da produção de acessórios da Mam Design. A partir do material, a marca brasiliense vende brincos, anéis e colares com designs autênticos, em diferentes cores e formatos.

Para produzir as peças, a criadora da Mam Design, Luísa Sylos, de 27 anos, viaja até São Paulo para escolher pessoalmente os acrílicos que serão usados na produção. Apesar de seu ateliê estar localizado em Valparaíso de Goiás (GO), a empresária diz que a viagem é necessária para garantir a qualidade dos acessórios.

“A gente tenta criar designs diferentes. Coisas que a gente não vê diariamente. Eu criei [a marca] justamente porque tinha muitos acessórios que eu queria e eu não encontrava em lojas”, disse a empresária ao Poder Empreendedor.

Segundo Luísa, os pinos, argolas e correntes dos brincos e colares são banhados a ouro e prata. Os preços dos produtos variam a partir de R$ 25.

O principal canal de vendas da Mam é por meio das redes sociais, mas a empresária afirma que está desenvolvendo um site para centralizar as operações. Os itens são enviados para todo o Brasil.

Além do e-commerce, a empresa adota um sistema de consignação com lojas e salões de beleza em Brasília e em Goiás para revender as peças. Nesse sistema de consignação, a Mam envia expositores com cerca de 80 acessórios para os pontos físicos. Luísa recebe 70% do valor de cada peça vendida.

“Tem muita gente que vem atrás da gente para pedir um expositor. Cada expositor, em média, rende para a gente uns R$ 1.500 por mês”, afirmou Luísa.

A marca já conta com 7 expositores em atividade, além de outros 10 fechados para serem implementados até fevereiro. A expectativa é de que a marca tenha 40 expositores em pontos de venda físicos até o final do ano.

Produção

A empresária tem auxílio de duas prestadoras de serviços para confeccionar as peças. Todos os desenhos são feitos por Luísa. Estes são inseridos por outra pessoa no sistema da máquina a laser para cortar o acrílico.

Depois que as placas de acrílico são cortadas, Luísa inicia o processo de lixar e moldar as peças do material. Por fim, há a montagem dos acessórios. Nesta última fase, a empresária, que monta cerca de 40 peças por dia, conta com ajuda de uma prestadora de serviços, que recebe R$ 2 por acessório finalizado.

Há 145 peças no catálogo da marca. Mensalmente, uma coleção nova com 20 peças é lançada. De acordo com a empresária, 1.300 acessórios são vendidos por mês.

“Empreender é muito difícil. Empreendedor precisa ter certas amizades e parcerias. […] Hoje estou aprendendo que a gente precisa ter mais cara de pau”, disse.

A empresa foi fundada em 2021 por Luísa e suas duas irmãs. No início de 2022, a empresa interrompeu suas atividades depois que as irmãs da empresária deixaram a marca. Os trabalhos foram retomados no fim de 2023.

Raio X

  • fundação: 2021;
  • sede: Valparaíso de Goiás (GO);
  • regime tributário: MEI;
  • faturamento: o teto de faturamento anual do MEI é de R$ 81.000;
  • Instagram;
  • contato: (61) 99936-2123.





Source link

Leave a Comment