Região da Rota do Cavalo, em Sobradinho, ganha 10 novos papa-lixos


Equipamentos estão espalhados ao longo da DF-440 e se somam aos 622 espaços para descarte correto já instalados no Distrito Federal

Os moradores da região rural da Rota do Cavalo, em Sobradinho, em breve contarão com mais um equipamento público para descartar resíduos da forma correta. O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) está instalando dez novos papa-lixos na cidade, com investimento de R$ 537,5 mil fruto de emendas parlamentares. Em todo o DF, já foram instalados 622 espaços para descarte de lixo orgânico.

Contando com os novos equipamentos, Sobradinho tem, atualmente, 21 papa-lixos. As lixeiras foram instaladas ao longo da rodovia DF-440 e a previsão do SLU é que até o final do mês todos estejam em pleno funcionamento. No momento, ao redor dos espaços está sendo feito um trabalho de paisagismo, com grama e implantação da identidade visual.

De acordo com a chefe da Unidade de Medição e Monitoramento do SLU, Andrea Almeida, a região é uma área de descarte irregular de lixo orgânico doméstico e de resto da construção civil. “Recebemos muitas demandas de ouvidoria e fizemos um mapeamento da região para a instalação dos papa-lixos. É por isso a necessidade da instalação dos equipamentos ao longo de toda a Rota do Cavalo, região rural e com muitos assentamentos”, destaca.

O administrador regional de Sobradinho, Gutemberg Tosatte, confirma que a implantação dos papa-lixos era uma demanda antiga da comunidade. “Infelizmente, hoje tem uma grande quantidade de lixos na altura da DF-440, o que traz muitos problemas para a comunidade, além do mau cheiro, de muitos bichos e do alto risco de proliferação de doenças. As novas instalações vão mudar a realidade da região. Agora, iniciaremos um trabalho de reeducação para que os papa-lixos sejam usados da forma correta”, afirma.

Uso dos equipamentos

O papa-lixo é um contêiner semienterrado com capacidade para receber até cinco metros cúbicos de resíduos domiciliares de forma segura e limpa. “Os espaços são destinados para descarte de resíduos orgânicos e equivale ao tamanho de cinco contêineres comuns. É feito com material antichamas para evitar ações de vandalismo, que são bastante corriqueiras nos equipamentos”, completa Andrea. A coleta do serviço de limpeza nos equipamentos é feita diariamente.

Os papa-lixos são espaços exclusivos para o descarte de resíduos orgânicos, não sendo permitido o descarte de restos da construção civil e nem de materiais recicláveis. Por serem lixeiras subterrâneas, para a implantação é necessária a aprovação de órgãos do GDF que avaliam a viabilidade dos locais indicados para a instalação dos equipamentos.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apoio da população

Como parte dos esforços para prevenção e enfrentamento à dengue, bem como ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, a Secretaria de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal) aumentou a fiscalização para coibir o descarte irregular de lixo e entulho em vias públicas.

Vale lembrar que, ao jogar lixo ou acumular os resíduos nas ruas, o morador pode ser notificado pela DF Legal para a retirada dos materiais. O descumprimento acarreta multas que variam de R$ 2.799 até R$ 27.999, dependendo da quantidade de entulho. Em casos de lotes vazios é obrigação dos proprietários manter os terrenos limpos, cercados ou murados, bem como construir calçadas ao redor deles.

Com informações da agência Brasília


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Source link

Leave a Comment