Review Force One Hoku | Mouse gamer ultraleve com bom custo-benefício


O mouse gamer Hoku é um topo de linha da marca brasileira Force One, de perfil ultraleve e pensado para atletas e entusiastas de eSports. Ele traz diversas características esperadas para o segmento, mas segue a proposta da Force One de oferecer produtos premium a preços mais acessíveis.

Eu tive a oportunidade de testar o mouse Hoku e o mousepad Force One Katana e a experiência foi bastante satisfatória. O combo é voltado para gamers mais competitivos, mas também pode agradar jogadores de FPS casuais e jogos single-player. Mais  detalhes você confere neste review.

🛒 Compre o Force One Hoku pelo melhor preço!

Continua após a publicidade

Design

O Hoku é um dos periféricos da família Bushido, topo de linha da Force One, que traz design mais limpo e sério, trabalhando padrões branco e preto. A versão que utilizei para esta análise foi a preta com detalhes brancos com os adesivos tipo “skate” (deslizantes) para a base. 

Dimensões e peso

Continua após a publicidade

O mouse da Force One é muito leve e compacto, com aproximadamente 60g, fazendo dele um dos menores e mais leves mouses do mercado. Isso possibilita movimentos mais rápidos sem muito esforço e facilita bastante na hora de transportar, ideal para quem viaja com seu setup gamer. Todos os botões do Hoku são de perfil baixo, permitindo que ele seja guardado em bolsos menores da mochila sem o risco de enroscar ou afundar.

Iluminação RGB

A proposta do Hoku é ser mais discreto, sem iluminação RGB, exceto pelo LED indicador de DPI que pode ser personalizado para cada perfil. Parte da identidade da linha Bushido é a marca Force One em escrita japonesa Katakana, que aparece próximo à base abaixo do botão esquerdo. O único detalhe visual mais aparente é o logo da empresa na parte traseira.

Continua após a publicidade

Force One Hoku: Ficha técnica

  • Conexão: Cabo ou Dongle 2.4GHz
  • Dimensões: 119 mm x 62 mm x 39 mm
  • Peso: 63g
  • Botões: 6
  • Sensor: PAW3395
  • DPI Máximo: 26.000
  • Bateria: 500mAh Polymer Li-Ion
  • Cabo: Paracord Type-C
  • Switches: – Huano Blue Shell Pink Dot / Huano Silent
  • Polling Rate: 1000 Hz

Construção

Continua após a publicidade

A construção do Force One Hoku é toda em plástico leve e resistente, com sensação de material escovado no corpo e botões principais, e polido nos botões laterias e de seleção de DPI. O botão de rolagem também é em plástico polido, mas com revestimento em silicone.

Sensor Óptico

O sensor óptico PAW3395 atinge até 26.000 DPI de sensibilidade, com polling rate de até 1.000 MHz. Ao todo o Hoku oferece 6 perfis personalizáveis, configurados de fábrica em 400, 800, 1600, 3200 e 6400 DPI. 

Em meus testes, utilizei três monitores Full HD, com um UltraWide, totalizando uma resolução de 6400 × 1080. De maneira geral, o perfil de 3200 DPI foi mais que suficiente para percorrer toda a área de trabalho em movimentos curtos. Por outro lado, um perfil personalizado de 8.000 DPI fez bastante diferença jogando em uma TV 4K.

Continua após a publicidade

Switches mecânicos

Os botões principais do Hoku utilizam dois tipos de switches Huano, intercambiáveis por meio de chaves independentes na base do mouse. Enquanto os Huano Blue Shell Pink Dot oferecem uma boa sensação tátil e mais precisão em jogos rápidos, os Huano Silent são muito confortáveis para trabalhar ou para jogos casuais.

Continua após a publicidade

Botões

O Hoku é um mouse destro, com padrão simples de 6 botões: direito, esquerdo, central na roda de rolagem, um para seleção de DPI e dois laterais, geralmente para navegação, localizados na posição do polegar direito. O botão de rolagem é simples, sem função de rolagem infinita.

 

Software proprietário

Continua após a publicidade

Todos os seis botões podem ser configurados através do software proprietário da Force One, baixado diretamente na página oficial do produto. Por ser uma marca ainda recente, a maioria dos softwares proprietários ainda estão sem certificação da Microsoft

Sendo assim, para realizar o download e instalação é preciso aceitar todas as notificações do navegador e antivírus, reconhecendo o programa como legítimo. Além das funções padrão, o aplicativo do Force One Hoku permite configurar intervalo para hibernar e várias ações adicionais: 

  • Atalhos de ferramentas (tocar; avançar; voltar; aumentar/reduzir volume, calculadora, atualizar página)
  • Navegação (Avançar/Voltar)
  • Alternar entre perfis salvos
  • Combinações de teclas (ALT+Z, para abrir ferramentas GeForce Experience)
  • Macros complexos com possibilidade de repetição, intervalos, etc.

Continua após a publicidade

Bateria e Modo de operação

Ao longo dos testes, utilizei o Hoku principalmente no modo wireless e a conexão é apenas via dongle de 2,4Ghz, sem opção de Bluetooth. A bateria de 500 mAh tem autonomia estimada em 90h, mas superei 100h em uso moderado, principalmente para trabalho, com sessões de até 4h diárias jogando.

Foram quase duas semanas de uso até a primeira recarga realizada via porta USB-C na parte frontal do Hoku. O cabo USB-C para tipo A de 1,8 m que acompanha o Hoku é de boa qualidade e com acabamento trançado. Um detalhe importante é que ele é bem maleável e confortável de manusear, sem precisar forçar ou dobrar, o que facilita para enrolar e guardar.

Continua após a publicidade

A caixa do Hoku inclui:

  • Mouse Force One Hoku
  • Dongle Wireless 2,4 GHz (em um compartimento com tampa na base do mouse)
  • Cabo USB-A para C trançado de 1,8 m
  • Adaptador tipo A fêmea para tipo C fêmea

Usabilidade

Continua após a publicidade

A minha experiência com o Hoku foi bem confortável por eu ter mãos pequenas e preferir pegada tipo “pontas-dos-dedos” para jogar. No entanto, ele oferece pouca sustentação para gamers com pegadas tipo garra ou palma, principalmente para usuários com mãos maiores.

As configurações de sensibilidade acima de 6400 DPI, maior perfil de fábrica, só fizeram diferença em jogos de estratégia, como Gears Tactics e Baldur’s Gate 3, em resolução 4K. Elas também permitem uma movimentação de câmera mais rápida no Valorant e Destiny 2, mas é preciso um pouco de prática para não passar do alvo.

Diferenças entre switches

Não notei alterações no tempo de resposta e altura de ativação dos botões entre os switches Blue e Silent. As únicas diferenças notáveis são o barulho, quase zero no modo silencioso, e a sensação tátil, muito mais perceptível e satisfatória no modo Blue.

No dia-a-dia e em jogos casuais é muito mais confortável usar os switches Huano Silent e trocar para o Blue em jogos competitivos que exigem mais precisão em cada clique. 

Combo Hoku + Katana

Para uma experiência completa, a Force One recomenda adquirir o Hoku junto com o mousepad Skyhawk Katana. Nos meus testes, consegui notar diferenças ao deslizar o mouse sobre o Katana comparado a modelos genéricos de mesma faixa de preço.

🛒 Compre mousepad Force One Katana pelo melhor preço!

O tecido é bastante confortável para apoiar as mãos, sem aquela sensação áspera de outros mousepads tipo speed. A Force One oferece o Katana nas cores Branca ou Preta, em tamanhos até XXL (90 cm x 40 cm).

Concorrentes diretos

O mouse ultraleve Force One Hoku compete diretamente com o Logitech Superlight e compartilha de várias de suas configurações. Ambos trazem design simples, sem muito alarde, 6 botões configuráveis e corpo com aproximadamente 60 g. A diferença  real é que o Hoku custa na faixa de R$ 500 contra os R$ 1.000 ou mais do Superlight e outros mouses do mesmo segmento. 

🛒 Compre o mouse gamer Logitech Superlight pelo melhor preço!

Force One Hoku vale a pena?

O Hoku é um dos mouses gamer mais baratos entre os ultraleves com sensibilidade de 26 mil DPI, mesmo a preço cheio. Ele compensa para usuários que precisam dessas especificações e boa bateria interna, mas ainda se trata de um produto premium, custando entre R$ 400 e R$ 500, não sendo a melhor escolha para quem não joga competitivamente ou em resoluções acima de QuadHD.

🛒 Compre o Force One Hoku pelo melhor preço!



Source link

Leave a Comment