Sob Lewandowski, permanência do diretor da PRF é incerta


Avaliação de Antônio Oliveira é positiva, mas sua manutenção não foi confirmada pelo futuro ministro da Justiça

O futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, não definiu se o atual diretor da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Antônio Oliveira, seguira à frente da corporação. Na Polícia Federal, o ministro decidiu manter o delegado Andrei Rodrigues.

A avaliação da gestão de Antônio é positiva para integrantes do ministério. Segundo apurou o Poder360, a equipe de Lewandowski entende que o diretor conseguiu devolver a institucionalidade necessária para corporação.

Andrei foi escolhido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para comandar a PF e sua permanência no cargo seria um pedido do chefe do Executivo.

O caso de Antônio, chefe da PGR, é diferente. Ele não era o preferido para assumir o comando da corporação. Flávio Dino havia escolhido Edmar Camata para chefiar à PRF, mas recuou depois de vir à tona postagens dele de apoio à Lava Jato.

A transição no ministério começou na 3ª feira (23.jan.2024). Os ministros se reuniram com a equipe atual do ministério e com alguns nomes já escolhidos por Lewandowski para a sua gestão. O ministro aposentado do STF deve tomar posse no Palácio da Justiça em 1º de fevereiro.





Source link

Leave a Comment