“Uma afrodescendente assim gosta de um batuque”, diz Lula em SP


Presidente se referia a jovem negra que estava ao seu lado; participava de evento na fábrica da Volkswagen, em São Bernardo do Campo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segurou as mãos de uma jovem negra nesta 6ª feira (2.fev.2024) e sugeriu que “uma afrodescendente assim” –se referindo a ela– “gosta de um batuque, de um tambor”.

A fala do petista foi em cerimônia de anúncio de investimentos em fábrica da Volkswagen, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, em São Paulo. Ele chamou a mulher, que trabalha na montadora, para elogiar seu desempenho. Segundo Lula, ela ganhou “um prêmio na Alemanha”.

Eis a íntegra do que falou o presidente: “Essa menina bonita que está aqui… Eu estava perguntando: ‘O que é que faz essa moça sentada? O que é que faz essa moça sentada que eu não ouvi ninguém falar o nome dela?’. Eu falei: ‘Ela é cantora. Ela vai cantar’. Aí perguntei: ‘Não, não vai ter música. Então ela vai batucar alguma coisa? Porque uma afrodescendente assim gosta de um batuque, de um tambor’. Também não é”.

E continuou: “Eu falei: ‘Nossa, então ela é namorada de alguém’. Também não é. O que é que é essa moça? Essa moça foi premiada o ano que vem como a mais importante aprendiz desta empresa e ganhou um prêmio na Alemanha”.

Assista (4min56s):

O presidente estava na fábrica da Volkswagen para acompanhar anúncios da empresa no Brasil.

A fabricante anunciou na 5ª feira (1º.fev) que aumentará seus investimentos no país em R$ 9 bilhões até 2028, totalizando R$ 16 bilhões com o valor já incluso do ciclo atual, de R$ 7 bilhões. A empresa também informou que lançará 16 veículos em 4 anos, incluindo modelos híbridos, 100% elétricos e “total flex”.


Leia mais:


GAFES DE LULA

O presidente já teve outras declarações sobre minorias criticadas, como quando relacionou “problemas de parafuso” a casos de violência. Grupos que representam pessoas com deficiências e transtornos mentais reclamaram. E o presidente teve de pedir desculpas.

Outra vez, Lula disse ter “profunda gratidão” pelo que foi produzido na escravidão.

Relembre outros casos lendo a reportagem deste link, de novembro de 2023:





Source link

Leave a Comment