Tempo da verdade chegou, diz Gleisi sobre ação da PF contra Bolsonaro


Presidente do PT declara que investigação “não é perseguição”; agentes cumprem mandados contra apoiadores do ex-presidente

A presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), disse que “o tempo da verdade chegou” depois de operação da PF (Polícia Federal) desta 5ª feira (8.fev.2024) contra o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus aliados. O ex-chefe do Executivo recebeu o prazo de 24h para entregar o seu passaporte. O nome da operação (Tempus Veritatis) significa, em latim, justamente “tempo da verdade”.

Os agentes cumprem 33 mandados de busca e apreensão, 4 mandados de prisão preventiva e 48 medidas alternativas, como a proibição de manter contato com os demais investigados, a proibição de se ausentar do país, com entrega dos passaportes no prazo de 24 horas e suspensão do exercício de funções públicas. As buscas são realizadas em 9 Estados e no Distrito Federal.

“Não é perseguição, é a conclusão de um detalhado inquérito da Polícia Federal sob supervisão do Supremo Tribunal Federal, que desvendou a trama e seus novelos sujos”, declarou Gleisi em seu perfil no X (ex-Twitter). Para ela, o tempo agora é de julgar e punir os “comandantes do golpe”, a começar por Bolsonaro.

A presidente da sigla afirmou que a narrativa de uma suposta fraude eleitoral nas eleições de 2022 preparou o terreno para “militares corrompidos” coordenarem as manifestações em frente aos quartéis que descambaram nos atos extremistas do 8 de Janeiro.

O relatório da PF encaminhado ao STF (Supremo Tribunal Federal), afirma que o ex-presidente Bolsonaro recebeu uma suposta minuta pedindo a prisão dos ministros Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes, da Suprema Corte, além do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

Veja imagens dos alvos:

Veja imagens das buscas em Brasília registradas pelo repórter fotográfico do Poder360 Sérgio Lima:





Source link

Leave a Comment